Legado para minha filha | Eugenia Zerbini

busca | avançada
90259 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dois Dobrado - Show especial de São João
>>> Série Brasil Visual tem pré-estreia neste sábado no RJ e estreia dia 25/6, no canal Curta!
>>> Thiago Monteiro apresenta seu primeiro álbum autoral “Despretensioso”, em Rib. Preto - 25/06
>>> DIADORIM | NONADA SP
>>> Porto Blue Sound, festival de música gratuito chega a Belo Horizonte em julho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> A poesia afiada de Thais Guimarães
>>> Olimpíadas sentimentais
>>> A Última Ceia de Leonardo da Vinci
>>> Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba
>>> O que é canção, por Luiz Tatit
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba
>>> Uma jornada Musical
>>> Evan Williams por Battelle
Mais Recentes
>>> Colorir & Atividades: Bíblia - Passatempos de Todolivro pela Brasileitura (2020)
>>> Convivência de Francisco C. Xavier/ Emmanuel pela Cêu (1984)
>>> Química Geral E Reações Químicas - Vol. 1 de John C. Kotz pela Thomson Learning (2008)
>>> Quebrando o Silêncio - Memória,Cidadania e Justiça de Vários Autores pela Cravi (2008)
>>> Vetores E Geometria Analítica de Paulo Winterle pela Makron Books (2024)
>>> A Montanha Mágica de Thomas Mann pela Nova Fronteira (1980)
>>> Imaginaria o Século XVIII de Vários Autores pela Empório de Produções & Comunicações
>>> Vida de Cristo de J. Perez de Urbel pela Quadrante (1967)
>>> Geologia Geral de José Henrique Popp pela Ltc (2009)
>>> Museu de Arte Sacra de São Paulo de Vários Autores pela Pancrom
>>> Ética, Educação, Cidadania E Direitos Humanos de Eduardo C. B. Bittar pela ManoManole (2004)
>>> Safra Um de Douglas Duarte/Rafael Geraldo/Saulo China pela Miaral
>>> Como Desenhar Bichinhos Fofinhos de Franco de Rosa pela Coquetel
>>> Babies Love Cuidado melhor do seu Filho, da Gravidez aos 3 anos - Enya de Vários Autores pela Innovant
>>> Crê no Impossível porque é Possível de Pr. Samuel Silva pela Gráfica 3d (2007)
>>> A Cor Púrpura de Alice Walker pela Círculo do Livro (1991)
>>> Cântico dos Câncticos de Watchman Nee pela Vida (2020)
>>> Guia Do Viajante Pelo Mundo Antigo - Egito No ano 1200 A.C. de Charlotte Booth pela Ciranda Cultural (2008)
>>> Felicidade Roubada de Augusto Cury pela Benvirá (2018)
>>> Cambridge English Mini Dictionary South Asian Edition de Vários Autores pela Cambridge English - Mini Dictionary (2009)
>>> Presente Diário de Vários Autores pela Rádio Trans Mundial (2014)
>>> Guia de Viagem Veneza de Vários Autores pela Melhoramentos (2000)
>>> Chinês. Guia De Conversação de Various pela Publifolha (2007)
>>> O Signo Escorpião de Roy Mckie pela Lisboa (1981)
>>> Administração Educacional Em Crise de Walter E. Garcia pela Cortez (1991)
ENSAIOS

Segunda-feira, 13/6/2011
Legado para minha filha
Eugenia Zerbini
+ de 6800 Acessos

Ao pensar em deixar um legado para a filha, toda mãe ― mesmo sem querer ― reflete sobre um legado para si mesma. Toda mãe já foi filha; na maior parte dos casos, as filhas tornam-se mãe, um dia.

Ponderando durante semanas sobre qual legado eu deixaria para minha filha, refleti, na verdade, sobre o que eu gostaria de ter recebido de minha mãe. Nada na natureza é tão visceral como os laços entre mãe e filha. São potentes os elos entre pais e filhos. Mas estes últimos nunca chegarão a experimentar as entranhas de seus pais, como toda filha prova as de sua mãe. A todo filho é franqueada a experiência da vida secreta no ventre materno, mas apenas às filhas é concedido o duplo privilégio dessa vivência arcana: nas categorias de objeto, feto-criatura, e posteriormente, de sujeito, mulher-criadora.

Eu sou filha de minha mãe, que um dia já foi filha, filha essa que, por sua vez, teve uma mãe ― minha avó ―, que, em um tempo hoje distante, também foi uma filha. Diante da grandeza dessa espiral infinita formada pela dinâmica criaturas-criadoras desenhada pela vida, todas as vezes que me preparei para esta escrita senti-me inibida, em face de algo infinitamente maior do que eu mesma.

Qual o legado que eu deixo para minha filha, especialíssima para mim, fruto de uma gravidez às portas do outono, nascida na véspera de meu aniversário de 40 anos? O que de supremo, incorruptível, útil e verdadeiro eu posso transmitir para alguém que, além de ser diferente de mim, certamente viverá sua vida independente em tempos tão diversos daqueles em que vivi?

Diante da imensidão dos mistérios da maternidade e do imponderável que envolve todo futuro, arrisco-me a deixar-lhe um legado. Ele é breve e simples. Assumindo essa simplicidade, corro todos os riscos, desde o de parecer ingênua, até o de ser banal, passando pela armadilha do lugar-comum. Porém, acreditando piamente que a salvação está no simples, desvencilhando-me de vaidades, assumindo a nudez em que eu, você e todos os seres humanos vêm ao mundo, deixo um conselho, bem curto, mas que eu nunca recebi: ame a si própria.

Filha, cerre seus olhos, coloque este texto de lado e escute apena minha voz: amando a si mesma, você estará amando aqueles que vieram antes de você, aqueles e aquelas que vivem a seu lado e todos os outros que certamente despontarão em seu futuro. Esse amor fará com que você se compreenda e se aceite. Ao fazer isso, você compreenderá e aceitará todos aqueles que a cercam. Esse amor irá nutri-la e protegê-la; fará com que você cresça e floresça, além de banhar de luz aqueles que irão caminhar à sua volta.

Ame-se. Simples como isso, no despojamento e no frescor das águas cristalinas. Faça desse amor seu mantra, seu salmo, seu amuleto. Abuse desse amor, sempre enxergando o mundo e as pessoas com amorosidade e compaixão. E descubra a força das estações do ano, dos ritmos da terra, das lições que brotam da natureza. Ame-se e aprenda com a singeleza de um aroma que escapa de uma panela, de um pequeno favor prestado por uma amiga, do cintilar de uma primeira estrela despontando no começo da noite.

Ame-se, seja simples e nunca se esqueça de que os grandes exemplos nos são dados de graça. As madrugadas mais escuras são arrematadas por esplendorosas auroras; amando-se, você nunca irá duvidar dessa afirmativa. Ame-se, sonhe, tendo os dois pés plantados no chão, como os baobás, recordando-se de que, apesar de sermos seres reais, temos a mesma virtude da fênix, ave imaginária que morre e renasce diuturnamente das próprias cinzas. Saiba que seu amor abençoará sempre todos seus recomeços.

Tenha fé, por isso, no poder revolucionário desse amor. Ele irá tocá-la para frente, como o vento que impulsiona as velas de um barco. Com certeza, irá levá-la através do mundo, onde você conhecerá muitos lugares e pessoas, que lhe serão sempre generosas e amoráveis, uma vez que vistas sob as lentes de seu olhar cheio de amor. A vida é uma viagem paradoxal, em que o que menos importa são os pontos de partida e de chegada: vale pelos encantos do caminho. E o mundo é só um espelho que reflete os sentimentos que nós temos por ele e por nós mesmas.

Ame a si própria ― não de um modo narcísico, mas genuinamente, de uma forma absoluta, revolucionária e transcendente ― e você será uma pessoa liberta.

Antes que você abra seus olhos e volte para estas linhas por mim escritas, beijo-lhe levemente as duas orelhas, esperando selar com carinho as palavras que eu acabei de lhe legar. Como nas brincadeiras infantis de passa-anel de outrora, espero que você as passe um dia para sua filha, com a mesma emoção com que eu as passei para você agora.

Nota do Editor
Eugenia Zerbini é mãe de Eleonora. Este texto faz parte do volume Coisas de Mãe para Filha (São Paulo, Outono, 2011), com textos de autoria de diferentes autoras, sob coordenação de Adília Belotti, Hilda Lucas, Regina Amaral, Suzete Capobianco e Vera Tarantino.


Eugenia Zerbini
São Paulo, 13/6/2011
Mais Eugenia Zerbini
Mais Acessados de Eugenia Zerbini
01. Para o Daniel Piza. De uma leitora - 16/1/2012
02. O diabo veste Prada - 2/10/2006
03. O romance sobre o nada - 28/5/2007
04. De vinhos e oficinas literárias - 2/7/2007
05. Legado para minha filha - 13/6/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Segredo de Hitler
Lothar Machtan
Objetiva
(2001)



Livro Literatura Estrangeira O Crepúsculo do Mundo
Werner Herzog
Todavia
(2022)



Como Educar Seus Pais
Cesar Cardoso- Claudia Souto e Outros
Objetiva



Flexor
Alice Brill
Edusp
(2005)



Conduta Cruel
Carol Anne Davis
Larousse do Brasil
(2009)



Simpi e o Desafio do Dragão
Flávia Savary Jaguaribe do Nascimento
Grupo Autêntica
(2009)



Sherlock Holmes O Cao Dos Baskervilles
Arthur Conan Doyle
Fisicalbook



Livro História Geral O Livro das Maravilhas a Visão do Paraiso
Marco Polo
L&pm Editores
(2024)



Lavander and Old Lace
Myrtle Reed
G. P. Putnams Sons
(1906)



Acaricia Meu Sonho
Barbão
Amauta Brasileira
(2007)





busca | avançada
90259 visitas/dia
2,3 milhões/mês